7 hábitos para aderir e melhorar a saúde e o bem-estar

1. Mantenha uma alimentação saudável

Refeições leves e balanceadas, ricas em vitaminas, fibras e minerais podem trazer diversos benefícios para a saúde. Por exemplo, auxiliando no funcionamento do organismo, no crescimento e restabelecimento dos tecidos e fornecendo energia.

Por isso, prefira alimentos grelhados, assados ou cozidos em vez de fritos. Evite as gorduras trans e reduza o consumo de óleos, gorduras, sal e açúcar. Além disso, para uma dieta de acordo com suas necessidades e objetivos, procure um (a) nutricionista.

2. Beba água

O consumo diário de água varia de pessoa para pessoa. Porém, é importante tomar o líquido em pequenas quantidades durante todo o dia e não esperar sentir sede. Afinal, a sensação significa que o organismo já está desidratado.

As principais vantagens de manter o corpo sempre hidratado incluem o funcionamento correto das células e a prevenção de pedra nos rins. Caso tenha dificuldade de ingerir água, experimente aromatizá-la com flores ou frutas picadas.

3. Pratique exercícios físicos

Para melhorar o preparo físico, perder peso e ganhar disposição, pratique semanalmente de 150 a 300 min de atividade moderada ou de 75 a 150 min de atividade intensa. O hábito ajuda a fortalecer o sistema imunológico, evitando o surgimento de doenças.

Além disso, os exercícios físicos liberam endorfina no corpo, hormônio responsável pela sensação de prazer. Também reduz o estresse a ajuda a combater a insônia, então aproveite as oportunidades para se movimentar!

4. Durma o suficientemente

Apesar da média de 8 horas de sono por dia, a quantidade pode variar de pessoa para pessoa. Assim, alguns precisam de mais tempo na cama, enquanto outros ficam dispostos com menos tempo dormindo.

De qualquer forma, é importante ter uma rotina de sono com horário previsto para ir dormir e levantar. À noite, antes de ir para a cama, faça atividades relaxantes, escureça o quarto e evite ver televisão ou usar eletrônicos.

5. Não fume e evite ingerir álcool

O tabagismo está entre os principais fatores de risco para o desenvolvimento de diversos tipos de doenças. Entre elas, o câncer de pulmão, de laringe, de bexiga e de cabeça e pescoço. Por isso, o cigarro deve ser evitado a todo custo.

No caso do álcool, também se recomenda baixo ou moderado consumo, já que a substância pode causar graves problemas ao organismo, como maior risco de infarto, insuficiência cardíaca, arritmias e inflamação no fígado (ou hepática).

6. Cuide da postura

Todas as atividades realizadas diariamente, como andar, sentar e mexer no celular, exigem uma postura correta. Caso contrário, algumas partes do corpo podem sofrer lesões e causar dor e desconforto.

Por exemplo, ao sentar, evite cruzar as pernas e mantenha a cadeira próxima à mesa, apoiando a coluna no encosto. Ao andar, mantenha o corpo ereto e a cabeça erguida. Ao usar o celular, não abaixe a cabeça e os ombros.

7. Priorize a sua saúde mental

Sintomas físicos, como taquicardia, dor no estômago ou no peito, cansaço ou problemas na pele podem ser indícios de que algo não vai bem. A sensação de não pertencimento e a dificuldade nos relacionamentos também evidenciam a necessidade de buscar ajuda.

Um primeiro passo importante para melhorar a saúde mental pode ser conhecer a si mesmo (a). Isso é possível através da realização da psicoterapia. Além disso, tenha momentos com pessoas queridas e reserve um tempo para o lazer.

Últimas Notícias
11 de março de 2021

7 hábitos para aderir e melhorar a saúde e o bem-estar

26 de fevereiro de 2021

Programa de Residência Médica forma novos radiologistas  

19 de fevereiro de 2021

O que você precisa saber sobre a utilização de contrastes em exames

18 de setembro de 2020

O que é e para que serve a elastografia: Saiba mais!